Amazonas Band realiza concerto em homenagem ao Cláudio Roditi, em Manaus/AM

Google+PinterestLinkedInTumblr+

O concerto especial será em homenagem a Cláudio Roditi, um dos maiores difusores do samba-jazz no exterior, que faleceu neste mês, aos 73 anos.

 A Amazonas Band apresentará, no dia 20 de fevereiro, um concerto especial em homenagem a um dos maiores difusores do samba-jazz no exterior, o trompetista Cláudio Roditi, que faleceu neste mês, aos 73 anos. O evento, realizado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, ocorrerá às 20h, no Teatro Amazonas (Largo de São Sebastião, nº 659, Centro, zona sul), em Manaus/AM. A entrada é entrada gratuita.

Nascido no Rio de Janeiro e criado em Varginha (MG), Roditi teve uma longa carreira que se iniciou em 1960. Na década seguinte, foi para os Estados Unidos e tornou-se um trompetista referência do chamado latin jazz, gravando e tocando com grandes nomes, como Paquito D’Rivera, Herbie Mann, Harris Simon, Bob Mover, Michael Franks e Charlie Rouse. O arranjador e compositor manteve ainda uma extensa discografia solo, com 15 álbuns lançados.

Na homenagem, a Amazonas Band relembrará a passagem de Roditi por Manaus, durante o Festival Amazonas Jazz de 2014. O trompetista carioca se apresentou ao lado da orquestra, sob regência do maestro Rui Carvalho, na noite de abertura do evento.  “O repertório é, em parte, o que fizemos com ele em 2014. Além disso, traz alguns arranjos escritos depois a pedido do músico, como Guataca City e Baião D’Rivera”, afirma Carvalho.

Cláudio Roditi se tornou reconhecido no circuito internacional de jazz latino sem jamais ter se distanciado da música brasileira. E foi assim, entre o jazz e os ritmos do Brasil, que o artista traçou o caminho musical que seguiu com coerência e brilhantismo até falecer, em Nova Jersey (EUA), vítima de um câncer com o qual vinha batalhando nos últimos cinco anos.

“Com sua partida, fica o legado de uma bela trajetória e a memória dos bons momentos compartilhados com a Amazonas Band, que acabou resultando em uma grande amizade”, destaca o regente.

Mais homenagens

Segundo Rui Carvalho, o concerto especial ainda inclui a canção “Samba for Jimmy”, composição de Roditi em homenagem ao compositor e saxofonista norte-americano, Jimmy Heath, que também faleceu neste mês, aos 93 anos. “Jimmy Heath chamava Roditi de C Romantic, por seu som lírico e único. São duas imensas perdas para o jazz em apenas poucos dias”, lamenta.

Completam o repertório as músicas “Piccolo Blues”, de Cláudio Roditi; “Gdansk”, de Paquito D’Rivera; “A Felicidade”, de Tom Jobim e Vinícius de Moraes; “O Pato”, de Neuza Teixeira; e “Dindi”, de Tom Jobim e Aloysio de Oliveira, com arranjo de Rui Carvalho.

Fonte: Em Tempo

Compartilhe.

Deixe uma resposta

dois + 15 =