Centro Social Dom João Costa, de Recife/PE, é homenageado pelos seus 50 anos de atividades

Google+PinterestLinkedInTumblr+

O Centro Social Dom João Costa, que funciona no Alto José do Pinho, Zona Norte de Recife/PEfoi homenageado pelos seus 50 anos de atividades, na terça-feira (26), durante reunião solene realizada pela Assembleia Legislativa no Auditório Sérgio Guerra, atendendo solicitação da deputada Teresa Leitão (PT).

Fundado em 10 de julho de 1969 pelas religiosas da Instrução Cristã, o Centro, que mantém duas unidades na cidade, é uma associação sem fins lucrativos, de caráter educacional, cultural e de assistência social, que desenvolve ações preventivas que impactam a vida de crianças, jovens, adultos e idosos. Através de parcerias com empresas, colaboradores e mantenedores que, de diversas formas, ajudam na promoção de atividades musicais, esportivas, teatrais, além de dança, inclusão digital, reforço escolar e leitura.

Cerca de 1200 pessoas frequentam a biblioteca, o telecentro e a quadra de esportes, e recebem atendimento médico e jurídico, sendo que, a intenção é ampliar o contingente da população assistida, com a reforma de suas instalações, no próximo ano.

“O Poder Legislativo destaca o meritório trabalho realizado pelas Religiosas da Instrução Cristã em nossa Capital”, frisou o deputado Sivaldo Albino (PSB), que presidiu a cerimônia. Segundo Teresa Leitão, nas dependências do centro, leva-se o ditado que diz, “é preciso ensinar a pescar, em vez de dar o peixe”. “Quando doamos energia e empenho em uma obra para o bem comum, o retorno sempre vem em dobro. Diante do papel desempenhado pela instituição, faz-se o justo e importante celebrar os 50 anos de história e conquistas”, disse.

Após receber uma placa comemorativa da Alepe, a irmã Luiza Cordeiro, que responde pela direção da entidade, destacou que a instituição recebe o reconhecimento público de uma obra de meio século. “Este momento também possibilita a divulgação do nosso trabalho, que beneficia tantas pessoas. Muita emoção e agradecimento pelo reconhecimento que abrilhantou a noite”, concluiu.

 

 

Compartilhe.

Deixe uma resposta

cinco × 2 =