Concerto Cuiabá Porteña apresenta o poder do tango em Cuiabá/MT

Google+PinterestLinkedInTumblr+

O poder do tango, ritmo que se tornou um sinônimo de paixão e melancolia, dará o tom no concerto Cuiabá Porteña, que será apresentado pelo UFMT em Cordas, orquestra de cordas formada por alunos do Curso de Bacharelado em Música da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), e convidados. O espetáculo ocorre amanhã, (14), às 19h30, no Teatro Universitário. A entrada é gratuita, mas sujeita à lotação. Por este motivo, o público pode retirar os ingressos a partir de uma hora antes do início do espetáculo, na bilheteria do teatro.

O repertório será integralmente composto por obras de Astor Piazzolla, considerado o compositor de tango mais importante da segunda metade do século XX, por ter promovido inovações no tango, no ritmo, no timbre e na harmonia. O ritmo é uma das expressões artísticas mais conhecidas no mundo e um “patrimônio imaterial da humanidade”, de acordo com a Unesco.

Las cuatro estaciones porteñas, tendo Winston Ramalho como solista, abre a apresentação da noite. Em seguida, o concerto prossegue com o quinteto de cordas, executando peças imortais de Piazzolla, como Oblivion, Libertango, La muerte del ángel e Fuga y misterio.

Formam o quinteto, ao lado de Winston Ramalho, os professores Oliver Yatsugafu (Universidade Federal de Mato Grosso), David Gardner (Universidade Federal de Goiás) e Alexandre Ritter (Universidade Federal do Rio Grande do Sul), além da servidora Fernanda Pavan, violista da Orquestra Sinfônica da UFMT.

Quinteto de cordas

O violinista Winston Ramalho foi aluno e assistente do consagrado professor e solista Tibor Varga na Univesität Für Musik und Darstellende Kunst Graz na Áustria.  Apresentou-se como solista e camerista em consagradas salas de concerto e atuou como solista de importantes orquestras do Brasil e do exterior. Atualmente é Spalla da Orquestra de Câmara de Curitiba e Camerata Antiqua de Curitiba.

Oliver Yatsugafu é, desde 2013, professor de violino da Universidade Federal de Mato Grosso, onde também coordena do Programa de Extensão UFMT com a Corda Toda. Além do Brasil e dos Estados Unidos, tem se apresentado como camerista e solista em países como Itália, Portugal, Áustria, Suíça, Alemanha, Canadá, China, Japão e Austrália.

A violista Fernanda Pavan iniciou seus estudos musicais no Projeto Guri na cidade de Potirendaba – SP. Bacharel em música pela Universidade de São Paulo e Licenciada pela Faculdade Mozarteum de São Paulo, Fernanda cursa atualmente o mestrado em Estudos de Cultura Contemporânea na UFMT.  Atualmente, é violista da UFMT, onde integra o corpo artístico da Orquestra Sinfônica da UFMT.

O violoncelista David Gardner formou-se em Londres na Trinty College of Music com Richard Markson e Maude Tortelier. Aprofundou seus estudos na Holanda, com Jeroen den Herder, e passou a ter uma extensa carreira como solista e músico de câmara no Reino Unido e no Brasil. É professor de violoncelo na Universidade Federal de Goiás, desde 2010.

Alexandre Ritter, contrabaixista, recebeu ambos os títulos de Doutor e Bacharel em Performance pela The University of Georgia (EUA). Sua formação musical e acadêmica também inclui um ano de mestrado em Performance de Contrabaixo na University of British Columbia (Canadá). Com carreira diversificada, atua como músico sinfônico, camerista, solista, pesquisador, professor e produtor, produtor e palestrante em países como Alemanha, Argentina, Brasil, Canadá, Costa Rica, França, Holanda, Itália e EUA.

O evento é uma realização da Pró-reitoria de Cultura, Extensão e Vivência (Procev) e do Departamento de Artes, vinculado à Faculdade de Comunicação e Artes (FCA), da UFMT.

Serviço:
Concerto Cuiabá Porteña
Data: Quarta-feira (14)
Horário: 19h30
Local: Teatro da UFMT
Entrada: Gratuita, mas sujeita à lotação. Por este motivo, o público pode retirar os
 ingressos a partir de uma hora antes do início do espetáculo, na bilheteria do teatro.
Fonte: Portal R7
Compartilhe.

Deixe uma resposta

7 + seis =