Divulgados indicados ao Prêmio Maestro Guerra-Peixe de Cultura, em Petrópolis/RJ

Google+PinterestLinkedInTumblr+

Uma das principais premiações culturais do estado carioca, que leva o nome do de um importante compositor erudito brasileiro, o petropolitano César Guerra-Peixe, já tem definidos os seus 41 indicados. Artistas e produções culturais que mais se destacaram no ano de 2019 serão homenageados pelos seus trabalhos realizados em Petrópolis/RJ. A solenidade de entrega desta 11ª edição do prêmio, que é organizado pela prefeitura, através do Instituto Municipal de Cultura Esportes (IMCE), revelando os vencedores, será no dia 18 de março, data de nascimento do patrono.

Em 2019, o número de produções aumentou em função do estímulo dado pelo Instituto através de dois editais de projetos culturais, que somaram um investimento de R$ 450 mil, do Fundo Municipal de Cultura, para ajudar a custear quase 30 atrações musicais, de teatro, artes visuais, cinema, entre diversos outros segmentos.

“Em Petrópolis, a cultura faz parte da nossa história, e nós, do poder público, devemos estimular cada vez mais os projetos culturais, proporcionando assim, não só a valorização do artista local, como também atividades de qualidade gratuitas para toda a população. Estamos muito ansiosos para descobrir quais artistas e produções levarão as estatuetas este ano”, frisa o diretor-presidente do IMCE, Marcelo Florencio.

Após os editais lançados pela prefeitura, houve uma enxurrada de eventos, festivais, mostras, espetáculos e shows. Muitos artistas contemplados puderam mostrar suas obras e o público também foi beneficiado com livre acesso à entrada. Por outro lado, quem sofreu foi a Comissão Julgadora do Prêmio para definir apenas 41 indicados.

“Durante o ano chegamos a ter 12 nomes pré-indicados em algumas categorias. Foi uma fartura. Que continue assim, como nos velhos tempos de boa safra cultural”, aponta Marco Aurêh, coordenador da premiação.

O corpo de jurados foi formado por Cocco Barçante (artista plástico e produtor cultural); Gabriel Saito (ator e estilista); Inês Petri (atriz, cenógrafa e produtora cultural); Luís de Mello (ator e professor); Marcelo Fernandes (escritor e professor); Nelson Kuster (jornalista e pesquisador musical); Silvia Marques (bailarina e coreógrafa) e Thiago Alves (músico, ator e compositor).

A Categoria Notório Reconhecimento, que premia o conjunto da obra ao longo dos anos, nesta edição presta uma homenagem a atriz petropolitana Myriam Pérsia, que ao longo dos seus 84 anos de idade construiu uma carreira notável atuando em diversas novelas, como “Sangue e Areia”, “Irmãos Coragem” e “Véu da Noiva”, além de filmes como “O esquadrão da morte”, “Banana mecânica” e “Um edifício chamado 200”, entre outros trabalhos. “Fiquei muito feliz pela lembrança vinda de minha querida terra natal”, enalteceu a atriz.

Confira a lista dos indicados por categoria:

Música Popular: Café Bordel; Metabrisa; Nego Preto; Pestana.

Música Erudita: Canarinhos de Petrópolis; Orquestra de Câmara de Petrópolis (ASMB); 
Orquestra de Câmara do Palácio Itaboraí; Orquestra Filarmônica de Petrópolis.

Teatro: Cia Plúmbea (O diário do último ato); Coletivo Foco de Teatro (Mesma Reza);
Paulo Marcos (direção de Morte e Vida Severina); 
Corpo poético (Poemas Possíveis para Sorôco).

Dança: Cia Movimento (Tributo a Michael Jackson); Pedrinho Alves; 
Thaynara Silveira & Larissa Guimarães; Tiago Cunha.

Artes Visuais: Betto Pereira (As Bikes de Betto); Família Bortolotti (Coragem e Fé); 
Coletiva Gesto de Barro (Arte Cerâmica); Helena Morani (Você não precisa dizer mais nada).

Literatura: Álvaro Assis (Eutros); Drica Madeira (Lei Maria da Penha, entre a teoria e a prática); 
Fátima Argon e Bruno Cerqueira (Alegrias e Tristezas); Sylvio Adalberto (Coração na boca).

Comunicação: Carolina Freitas (Petrópolis sob Lentes – matéria jornalística - blog); 
Cordas e Música (site); Esquinas da Cidade (programa audiovisual); Sou Petrópolis (site).

Audiovisual: Aline Castella (O menino do Cine Paradiso); 
Bia Galvão (Nos jardins do Museu Imperial); Grégori Bastos e Dalí (Halloween – videoclipe); 
Lorran Kasesky (Rolezinho).

Produção Cultural: Grafite (10 anos); Lilia Olmedo; Neblina Rock; Renata Garcia.

Categoria Especial: Casa Stefan Sweig; Heloisa Schanoel (50 anos); 
Piccola Arena; Um Sarau Imperial.

Notório Reconhecimento: Myriam Pérsia.


Fonte: Diário de Petrópolis




Compartilhe.

Deixe uma resposta

três × 1 =