Inscrições abertas para curso online e gratuito de Técnicas e Boas Práticas para Regentes

Google+PinterestLinkedInTumblr+

As inscrições para a 19ª turma do curso de Técnicas e Boas Práticas para Regentes do Orquestrando São Paulo estão abertas até o dia 5 de novembro e podem ser feitas pelo site: https://orquestrando.sesisp.org.br/. As aulas começarão no dia 9 de novembro.

Iniciativa do Orquestrando o Brasil e Orquestrando São Paulo, o curso foi desenvolvido pelo maestro Edson Beltrami, regente da Orquestra Sinfônica do Conservatório de Tatuí, e com direção artística do maestro João Carlos Martins.

O curso tem o objetivo de contribuir para o aprimoramento da formação dos maestros e é totalmente gratuito e realizado de forma online.

“O curso oferece técnicas de regência, mas esta não é a parte principal, nas aulas são mostradas estratégias que todos os alunos podem aplicar com ou sem orçamento generoso”, explica Beltrami, dizendo ser esse o diferencial, além é claro, do envolvimento do maestro João Carlos Martins.

Com noções para desenvolver uma estratégia de marketing com pouco dinheiro, como envolver a comunidade no trabalho da orquestra e como fazer a capacitação de recursos para manter as atividades da orquestra, o curso é composto por três módulos online e ministrado em uma plataforma intuitiva com monitoria para sanar possíveis dúvidas. O material didático conta com videoaulas, textos, partituras e exercícios práticos, oferecendo aprimoramento dos conhecimentos musicais.

Iniciado em 2017, o curso já recebeu mais de 2000 alunos e a seleção para os novos alunos é feita levando em consideração alguns requisitos, tais como se a pessoa possui algum tipo de formação musical e se ela está/esteve/estará à frente de um grupo musical.

No final do curso, que tem como tutor o maestro Lucas Araújo, todos os participantes aprovados recebem certificado emitido pelo SESI-SP.

“O curso do Orquestrando oferece uma oportunidade aos regentes de todo o Brasil se capacitarem e trocarem experiências com outros maestros. Oferecido no formato virtual, pode atingir a orquestras e bandas de todas as localidades, elevando assim, o nível de grupos musicais por todo o país”, explica o maestro João Carlos Martins.

 

 

 

Compartilhe.

Deixe uma resposta

doze − um =