Maestro João Carlos Martins comenta atuação da Orquestra Sinfônica Jovem de Taubaté/SP

Google+PinterestLinkedInTumblr+

O maestro João Carlos Martins comenta atuação da Orquestra Sinfônica Jovem de Taubaté/SP e do maestro Rogério Britto. Como também, fala sobre o concerto que a orquestra, sob regência de Bartolomeu Vaz e direção musical de Rogério Britto, apresentou no dia 18 de maio, quando foi executada as Quatro Estações de Vivaldi acompanhando o Balé da Cidade de Taubaté, que estreou da coreografia Outono, de Felipe Chepkassoff.

 

Compartilhe.

Deixe uma resposta

dezoito + 8 =