Orquestra Filarmônica Jovem de Sorocaba volta ao palco

Google+PinterestLinkedInTumblr+

Após um período realizando apenas ensaios, os músicos que integram a Orquestra Filarmônica Jovem de Sorocaba, a Fila, retornaram à Sala Fundec no dia 23 de maio para gravação de concerto que foi apresentado no último sábado (29).

Durante a fase vermelha e emergencial do Plano São Paulo os músicos participaram de ensaios, realizaram gravações virtuais, interagiram em masterclasses com músicos convidados e realizaram atividades on-line com o maestro Denis Vieira como forma de serem incentivados a continuarem os estudos de repertório em casa – uma forma de auxiliar a continuidade das atividades e deixá-los preparados para o retorno.

Com a ida de Sorocaba para a fase de transição do Plano São Paulo, que permite uma abertura maior nos serviços e atividades, foi possível a realização do primeiro concerto da temporada 2021 e o segundo realizado após o Estado de Calamidade decretado pelo Governo Federal, no mês de março de 2020, quando a ASSEC – Associação de Eventos Culturais, mantenedora da orquestra, teve que a suspender todas as atividades presenciais da Fila.

A volta aos palcos foi realizada obedecendo todas as exigências do Plano São Paulo de Enfrentamento à Covid-19, como o uso de álcool em gel, uso de face-shields, higienização dos instrumentos, divisão de estantes e partituras de uso individual, distanciamento de 2 metros entre os músicos, uso de barreira acrílica nos instrumentos de sopro e a proibição de aglomeração no local.

À frente dos trabalhos na Filarmônica, o diretor artístico e maestro Denis Vieira relata como foi este primeiro retorno aos palcos: “O palco é o lar da orquestra, sem ele os músicos não podem se sentir completos. Desde o início de 2020, com a pandemia, fomos obrigados a nos adaptar e nos reinventar e o que era trivial, como a intensa preparação de um repertório de concerto, passou a ser desafiador. Apesar da tecnologia, poder voltar aos palcos já é um grande passo para a Fila, que continua a cumprir com seu papel de difusão cultural. No entanto, ainda falta um elemento vital, o público ainda não esteve presente, mas temos a certeza de que ele logo voltará para que possamos nos sentir realizados pela plenitude da música”.

A pandemia obrigou a ASSEC a reprogramar as interações da orquestra, de forma que, mesmo em isolamento social, os músicos continuassem em atividade. Com o retorno espera-se que gradualmente todas as atividades culturais sejam retomadas e que a produção artística volte a ser realizada. Mesmo diante de todas as dificuldades inerentes a situação pandêmica, a Fila Sorocaba continua com sua missão de levar a boa música a todos.

A temporada 2021 marca o início das comemorações dos 25 anos da criação da Orquestra Filarmônica Jovem de Sorocaba pela ASSEC – Associação de Eventos Culturais, fundadora e mantenedora da Fila, em 1996.

As atividades da Orquestra Filarmônica Jovem de Sorocaba são realizadas com o apoio da Secretaria Especial de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, Metso Outotec e Faurecia Automotive do Brasil e Coc Santa Rosália.

Fonte: Assessoria de imprensa

Compartilhe.

Deixe uma resposta

dezesseis − 16 =