Villa-Lobos é destaque do concerto da Sinfônica Jovem em João Pessoa/PB

Google+PinterestLinkedInTumblr+

“O Trenzinho do Caipira”, composição do brasileiro Heitor Villa-Lobos, abre o 7º Concerto Oficial da Temporada 2019 da Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba, nesta quinta-feira (10), às 20h30, na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural, com entrada gratuita. A apresentação terá regência do maestro Luiz Carlos Durier e participação do flautista José Bernardo na execução do Poema Sinfônico “Siciliana e Burlesca”, de Alfredo Casella.

Parte integrante da peça “Bachianas Brasileira nº 2”, o “Trenzinho do Caipira” é uma das obras mais conhecidas de Villa-Lobos e se caracteriza por imitar o movimento de uma locomotiva com os instrumentos da orquestra. Nascido em 1887 no Rio de Janeiro, o compositor, maestro, violoncelista, pianista e violonista se destacou como “a figura criativa mais significativa do Século XX na música clássica brasileira”, tendo escrito mais de 2 mil obras até a sua morte, em 1959.

Em seguida, o flautista José Bernardo sobe ao palco para participar, como solista, da execução de “Siciliana e Burlesca – Poema Sinfônico para Flauta”, do compositor e maestro italiano Alfredo Casella (1883 -1947). Depois do intervalo, o público vai conferir a “Suíte Sinfônica – Tenente Kijé, Op. 60 (O Nascimento de Kijé, Romance, O Casamento de Kijé, Troïka e O Funeral de Kijé)”, de autoria do russo Sergei Prokofiev(1981-1953).

Encerrando o concerto, os jovens músicos vão executar uma seleção de “Os Miseráveis”, incluindo Introdução, At theEndofthe Day, I Dreamed a Dream, Master oftheHouse, OnmyOwn, Do Hearthe People Sing?, destaques da obra do ator, cantor, compositor e produtor musical francês Claude-MichelSchönbergb(1944), com arranjo de Bob Lowden.

Próximos Concertos – A Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba volta a se apresentar no dia 7 de novembro, na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, mesmo local onde a Orquestra Sinfônica da Paraíba fará concerto no próximo dia 17 de outubro.

O solista – José Bernardo iniciou os estudos musicais em 2012, na escola de música da Igreja Batista Regular,em João Pessoa, ingressando no ano seguinte na classe de flauta transversal. Em 2019, concluiu o bacharelado em Música pela Universidade Federal da Paraíba, sob a orientação dos professores Gustavo de Paco de Gea e Maria da Conceição. Participou de masterclass com renomados professores, tais como Vitor Diniz, Sérgio Barrenechea e o oboísta italiano Lorenzo Masala.

Frequentou eventos musicais como o XXVI Festival de Música de Cascavel, IV Congresso de Performance da Abrapem e a I Mostra de Flautas da UFPB. Atuou como músico na Banda Sinfônica José Siqueira, Grupos de Flautas da UFPB, Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP) e Orquestra Sinfônica da Universidade Federal Paraíba (OSUFPB), entre outros, e como solista frente à OSUFPB na atual temporada. Atualmente é flautista da Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba (OSJPB) e da Banda Sinfônica Sedec, além de desenvolver atividades de ensino como professor/monitor do curso de extensão em Música da UFPB e regente do coral da Igreja Batista Regular em Mangabeira.

O regente – Paraibano de João Pessoa, Luiz Carlos Durier é o regente titular da Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba (OSJPB) há 22 anos. Em setembro de 2013 foi nomeado diretor artístico e regente titular da Orquestra Sinfônica da Paraíba (OSPB).

Como regente convidado, conduziu a Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte, Orquestra Sinfônica do Estado de Sergipe, Orquestra Sinfônica da UFRN e Orquestra Criança Cidadã do Recife. Durier também regeu a Orquestra de Cordas da 29ª e 30ª Oficina de Música de Curitiba. No ano de 2012, o maestro recebeu a Comenda de Honra ao Mérito, pelo desempenho profissional frente à OSPB.

Entre suas atividades, conduziu a OSPB na gravação ao vivo do CD da cantora Marinês e sua Gente e do DVD Sivuca e os Músicos Paraibanos. Com a OSPB e a OSJPB, esteve à frente de concertos com artistas populares como Ângela Rô Rô, Arnaldo Antunes, Tico Santa Cruz e Renato Rocha (Detonautas), Flávio José, Genival Lacerda, Alcione, Toninho Ferragutti, Geraldo Azevedo, Dominguinhos e Zélia Duncan.

Por cinco anos consecutivos, Luiz Carlos Durier regeu a Orquestra Sinfônica da Paraíba e a Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba em grandes concertos comemorativos ao aniversário da cidade de João Pessoa junto a artistas brasileiros. No dia 5 de agosto de 2015, as orquestras paraibanas apresentaram concerto na inauguração do Teatro Pedra do Reino, no Centro de Convenções de João Pessoa, com a participação da cantora carioca Zélia Duncan.

No ano seguinte, a apresentação teve como destaque o cantor e compositor paraibano Zé Ramalho; em 2017, as atrações foram as cantoras paraibanas Cátia de França e Nathalia Bellar, e no ano passado, o também paraibano Chico César foi o destaque. No último dia 5 de agosto, o concerto em homenagem aos 434 anos de João Pessoa foi realizado na Praça do Povo do Espaço Cultural, seguido pelo show da banda Paralamas do Sucesso.

Fonte: MaisPB

Compartilhe.

Deixe uma resposta

dez − cinco =