Beethoven inspira Oficina de Música de Curitiba/PR a abraçar a inclusão

Google+PinterestLinkedInTumblr+

A Oficina de Música de Curitiba é um dos eventos mais tradicionais do calendário cultural paranaense e, por que não dizer, do Brasil. Afinal, todo mês de janeiro a cidade é tomada por profissionais e estudantes de música de várias regiões do país e do exterior, que participam de cursos e apresentações. Também é a oportunidade para a população ter acesso à música em seus mais variados estilos, com espetáculos em diversos espaços, de teatros a praças públicas. Tudo isso fará parte da 37.ª edição do evento, que começa na próxima quarta-feira (15), mas com um propósito adicional: a inclusão.

Em 2020, a Oficina de Música vai celebrar os 250 anos do nascimento de Ludwig van Beethoven, um dos maiores compositores da história. O gênio alemão ficou surdo na vida adulta, quando já era um músico consagrado, mas isso não impediu que, mesmo com a deficiência, continuasse compondo baseado na memória auditiva. A partir do exemplo de Beethoven, a Oficina abre espaço para que pessoas com deficiência possam acompanhar apresentações e participem de atividades de formação.

“Entendemos que é importante dar também a essas pessoas a oportunidade de aprimoramento profissional, que elas possam ter o crescimento dentro daquilo que a Oficina oferece. Isso é inclusão de verdade”, afirma Marino Galvão Jr. presidente do Instituto Curitiba Arte e Cultura (Icac), órgão que organiza a Oficina de Música. Entre as atividades da programação estão apresentações de artistas com deficiência, oficinas de musicologia em braile e de monitoria. Além disso, pessoas com deficiência terão entrada gratuita em todos espetáculos, concertos e shows.

Quanto ao homenageado dessa edição, ele se fará presente em diversas atividades, entre concertos, recitais e flashmobs em que as obras de Beethoven serão executadas. O ponto alto promete ser o concerto de encerramento, no dia 26, com a participação de aproximadamente 150 músicos da orquestra e 350 cantores do coro sinfônico da Oficina. Eles irão executar, entre outras obras, a clássica 9.ª Sinfonia. “Acredito que não existe, em outros eventos no Brasil, um momento tão grandioso”, diz Marino.

Talentos locais e nomes consagrados

Como é de costume, a programação vai mesclar talentos locais com nomes consagrados da cena nacional e internacional. No concerto de abertura, que acontece quarta-feira (15) no Guairão, a Camerata Antiqua de Curitiba terá a participação de três músicos dos mais renomados em suas áreas: o violonista Yamandu Costa, a violinista Priscila Plata Rato e o pianista Nahim Marun. João Bosco se apresentará na quinta (16) com o grupo Vocal Brasileirão, enquanto Renato Teixeira participa no dia 24 do concerto da Orquestra à Base de Corda.

O concerto de encerramento da MPB, no dia 25, será com a orquestra de cordas e sopros acompanhada de Danilo Caymmi, filho de Dorival Caymmi. Destaque ainda para Zé Renato, fundador do grupo Boca Livre, que se apresenta com voz e violão no dia 23, e o japonês Reison Kuroda, que no dia 22 mostra o som do shakuhachi, tradicional flauta oriental. “A Oficina tem esses dois lados, do erudito e do popular, da formação e da fruição. É um evento que atrai tanto os aficionados quanto aqueles que não costumam ter contato direto com a música”, observa Marino.

As apresentações, muitas delas gratuitas, se distribuirão entre nada menos que 37 espaços da cidade, como teatros, igrejas, bares e parques. O Passeio Público, que no fim do ano passado passou por uma revitalização, terá apresentações diárias em vários horários. Seguem também a tradicional Jazztronômica, feira de gastronomia na Capela Santa Marta, e a Oficina Verde, que promove atividades relacionadas a alimentação saudável, sustentabilidade e qualidade de vida.

Para ver e ouvir

O cinema terá grande destaque nessa edição da Oficina de Música. Serão nada menos que quatro mostras especiais, relacionando as duas artes, que acontecerão durante as próximas semanas no Cine Passeio. A primeira delas teve início já na última quinta-feira (9), com sessões gratuitas de musicais e filmes que abordam a música, como Os Reis do Iê-Iê-Iê, The Rocky Horror Picture Show, Amadeus e Johnny e June. As sessões acontecem até o dia 26, de quinta a domingo, sempre às 19h30 no terraço. Os ingressos são gratuitos e devem ser retirados na bilheteria uma hora antes das exibições.

Na quinta-feira (16) começa a mostra In-Edit Brasil, com seis documentários sobre a música nacional: O Barato de Iacanga, Amigo Arrigo, Fevereiros, Clementina, Rumo e Ultraje, além de um debate sobre o documentário musical no Brasil. De 16 a 22 acontece o festival Ópera na Tela, que exibirá seis espetáculos na tela grande: Falstaff, Orfeu e Eurídice, Rigoletto, La Traviata, Os Contos de Hoffmann e Don Giovanni. Por fim, o dia 20 será todo dedicado à mostra comemorativa aos 100 anos de Federico Fellini. Serão nove filmes do cineasta italiano e um pocket show executando músicas do compositor Nino Rota.

Destaques da programação:

Dia 15
Concerto e cerimônia de abertura, com a Camerata 
Antiqua de Curitiba, Yamandu Costa, Priscila Plata 
Rato e Nahim Marun.
Guairão, 20h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia)"

Dia 16
Show de abertura da Oficina de MPB – 
Vocal Brasileirão convida João Bosco
Guairão, 20h. Ingressos: R$ 48 e R$ 24
Victor Biglione e Kadu Lambach – Duo de violões
Teatro Paiol, 19h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15"

Dia 17
A Canção é meu Pecado – Ana Cascardo (voz) e Fábio Cardoso (piano)
Teatro Paiol, 19h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15
Folia de Treis – Edu Ribeiro com Toninho Ferragutti e Fábio Peron
Teatro da Reitoria, 21h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15

Dia 18
Coro cênico do Pequeno Cotolengo apresenta 
“Em Busca do Arco Íris”
Capela Santa Maria, 15h. Entrada gratuita
Daniel Migliavacca (bandolim) e Elizabeth Fadel (piano) – 
pré-lançamento do álbum Remeleixo
Teatro Paiol, 19h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15
Johann Sebastian Bach – concerto de órgão com James Johnstone
Igreja Bom Jesus dos Perdões, 19h30. Entrada gratuita
Mãe Orminda e banda – lançamento do CD Energia e Luz
Teatro da Reitoria, 21h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15
Orquestra de metais e percussão Gênesis
Memorial de Curitiba, 22h, e dia 19, 11h. Entrada gratuita

Dia 19
Bicicletando na Oficina – passeio ciclístico musical que passa por 
vários parques com pocket shows
Concentração na Praça de Bolso do Ciclista às 9h. Participação 
gratuita
Conjunto Choro e Seresta no Belvedere
Belvedere, 10h. Entrada gratuita
Carona Solidária – passeio de motocicletas da Oficina
Abertura às 16h30 em frente ao Teatro Guaíra, com pocket show 
do Trio de Blues Décio Caetano. Encerramento com a Banda Sinfônica 
da Oficina no Parque Tanguá.
Camerata Antiqua de Curitiba apresenta Villa-Lobos para crianças
Teatro Positivo, 16h30. Ingressos: R$ 30 e R$ 15"
Contos da tradição oral com música executada ao vivo 
pela Orquestra à Base de Sopro de Curitiba
Teatro da Reitoria, 21h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15

Dia 20
Concerto “A Música de Nino Rota na obra de Federico Fellini”
Capela Santa Maria, 20h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15"
Raul de Souza e banda – lançamento do álbum Curitiba 58
Teatro da Reitoria, 21h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15

Dia 21
Neymar Dias (viola caipira) e quarteto de cordas no espetáculo Sebastiões
Teatro Paiol, 19h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15
Concerto de música antiga com orquestra barroca
Capela Santa Maria, 20h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15
Noite de choro com os professores da Oficina
Teatro da Reitoria, 21h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15

Dia 22
Tributo a Daniel Miranda – conjunto Choro e Seresta e convidados
Teatro Paiol, 19h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15
Reison Kuroda – Shakuhachi – O encontro da música dos ventos
Capela Santa Maria, 20h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15
Noite dos professores de MPB
Teatro da Reitoria, 21h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15

Dia 23
Ensaio aberto da Orquestra Sinfônica da Oficina
Guairão, 16h. Entrada gratuita
Zé Renato – violão e voz
Teatro da Reitoria, 21h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15

Dia 24
Garibaldinhos – pré-carnaval infantil do bloco Garibaldis & Sacis
Memorial de Curitiba, 18h30. Entrada gratuita
Orquestra à base de corda convida Renato Teixeira
Guairão, 20h. Ingressos: R$ 48 e R$ 24

Dia 25
Ópera La Belle Hélène, de Jacques Offenbach
Guairinha, 19h, e dia 26, 17h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15
Concerto de encerramento MPB – orquestra de cordas e sopros 
da Oficina e Danilo Caymmi, com participação do programa MusicaR
Guairão, 20h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15

Dia 26
Coletivo Piano Vero apresenta maratona musical de 10 horas
Centro Cultural Sistema Fiep, das 9 às 19h. Entrada gratuita
Concerto de encerramento – orquestra e coro sinfônico, 
com participação do programa MusicaR
Guairão, 20h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15
Fonte: Gazeta do Povo

Compartilhe.

Deixe uma resposta

dezoito − 11 =